O que é Jejum Intermitente e Como Funciona?

O que é Jejum Intermitente e Como Funciona?

Tudo o que você precisa saber sobre o jejum intermitente.

Jejum intermitente, é o programa de perda de peso mais popular hoje em dia, até mesmo celebridades como Hugh Jackman, Chris Hemsworth e também o Benedict Cumberbatch, caíram de cabeça nisso.

Doutor Kevin Gendreau, um médico de atenção básica, alegou que perdeu 56 quilos em 18 meses, graças ao jejum intermitente, antes disso ele pesava 136 quilos, o que parece que o jejum intermitente é verdadeiramente milagroso.

QUAL É O SEGREDO DO JEJUM INTERMITENTE E O QUE O FAZ TÃO EFICAZ?

Desvendamos a verdade por trás dessa mania de perder peso, com uma pergunta incómoda em nossas mentes, é possível para o corpo humano suportar longas horas de jejum diariamente?

Vamos fazer uma pequena investigação primeiro.

Quem criou o jejum intermitente? 

O jejum em geral, é uma prática milenar, mas não tem nada a ver com o seu sonho de conseguir um corpo físico perfeito para a praia, na verdade é algo que vem de muitos e muitos anos, desde a antiguidade.

Os filósofos gregos, como Pitágoras, Sócrates e Platão, jejuavam para purificar espírito e mente.

Algumas religiões, exercitam o jejum para fortalecer a fé.

Mahatma Gandhi, jejuou 17 vezes durante sua campanha pela independência da India, ele não só derrotou alguns quilos, mas também o governo britânico.

Mas quando o jejum ganhou o reconhecimento como um meio de perder alguns quilos?

Ele foi popularizado pelo escritor americano Upton Sinclair em 1900. Ele praticou a limpeza por suco e o jejum ao mesmo tempo.

Em agosto de 2012, o jejum ganhou um reconhecimento da comunidade de saúde e  fitness, graças à influência do médico e jornalista Michael Mosley. Ele publicou um livro sobre isso em janeiro de 2013, intitulado a dieta dos dois dias, mas antes de prosseguirmos, precisamos esclarecer equívocos sobre o jejum intermitente.

1 – Ele é muitas vezes tratado como se fosse um tipo de dieta, entretanto com ele você não cuida do que come, em vez disso tem que cuidar de quando come, não é um plano de dieta, mas um padrão alimentar, vamos explicar isso mais tarde em detalhes. Por enquanto, vamos passar para o próximo mito sobre o jejum intermitente.

2 – O segundo equívoco sobre o jejum intermitente, é que você deve passar fome.’ Vejamos a definição de fome do dicionário Aurélio: urgência de alimento, falta, penúria, míngua, miséria. Por outro lado, também tirado do mesmo dicionário, o jejum significa privação de comida durante um período.

Com o jejum intermitente, você ainda tem que comer e beber, mas deve ser restrito no tempo, é por isso que ele é às vezes, chamado de restrição de horário de alimentação.

3 – O terceiro e último conceito errôneo, que impede os profissionais de saúde de experimentar este controverso programa de perda de peso, são as preocupações de segurança e saúde, associadas ao jejum intermitente.

COMO FUNCIONA O JEJUM INTERMITENTE?

Mencionamos anteriormente no vídeo, que é um padrão alimentar, com ele a semana ou  o seu dia, é dividido em duas partes, o período de alimentação e um período de jejum.

Durante o período de alimentação, você pode comer uma refeição regular, então sim,  você não precisa passar fome. Já no período de jejum, você não está autorizado a consumir nenhum alimento, não nem mesmo um único pedaço pode tocar seus lábios.

Mas há uma exceção a essa regra, durante o jejum, você pode beber, mas apenas água,  chá ou café preto, sem açúcar ou creme por favor.

Em alguns casos, pode comer algumas centenas de calorias ou uma combinação de frutas e vegetais, enquanto estiver no modo de jejum.

Como você pode dividir seu dia ou semana, em um período de alimentação e um período de jejum?

Pode ser duas horas em jejum e 22 horas comendo? Boa tentativa espertinho, mas não,  não funciona assim. Isso não é jejum intermitente, é compulsão alimentar, o que pode render outro vídeo inteiro. Não se preocupe, aqui estão alguns padrões alimentares que você pode seguir.

O padrão 16:8, também conhecido como “leangains”, foi inventado pelo especialista em fitness, Martin Berkhan. Leangains, é um cronograma de jejum intermitente, que é bom para iniciantes e envolve privação de comida de 14 a 16 horas por dia, as seis ou oito horas restantes, são para o período de alimentação.

O padrão 5:2, a dieta rápida, é um método criado pelo médico e jornalista britânico Michael Mosley, sim o mesmo cara que reviveu a popularidade do jejum intermitente e isso é mais leve do que o protocolo leangains, porque você pode ingerir de 500 a 600 calorias ou alimentos ricos em calorias, durante os dois dias de jejum e então pode comer normalmente por cinco dias.

COMA, PARE, COMA

Foi descoberto pelo especialista em condicionamento físico Brad Pilon. Com esse padrão intermitente de jejum, você tem que jejuar por 24 horas, uma ou duas vezes por semana. Por exemplo, pode começar o seu jejum na segunda feira ao meio dia e terminá-lo na terça feira, também ao meio-dia.

JEJUM DE DIA ALTERNADO

Jejum de dia alternado, como o nome sugere, é aquele em que se jejua a cada dois dias, sendo permitido comer de 500 a 600 calorias ou nada.

A DIETA DO GUERREIRO

A dieta do guerreiro, foi popularizada pelo especialista em fitness, Ori Hofmekler. Ao contrário do seu nome assustador, requer jejum durante o dia inteiro, mas você ainda pode comer pequenas porções de frutas e vegetais, o período de alimentação é das seis da tarde às dez da noite e você pode comer uma refeição enorme.

A principal preocupação com o jejum intermitente, é a quantidade insana de tempo necessária, para o período de jejum.

Estamos preparados para tomar café da manhã, almoço, jantar e alguns lanches todos os dias, como o seu corpo se sentiria se você pulasse o café da manhã ou almoço?

Pode sentir fome, fraqueza, tontura ou vômito.

Também pode ter mudanças de humor repentinas, de frustração até irritação, estas são reações corporais normais, durante as primeiras semanas ou meses de jejum intermitente, porque o corpo ainda está se ajustando.

O QUE VOCÊ REALMENTE PODE CONSEGUIR COM JEJUM INTERMITENTE? 

Com o passar do tempo, seu corpo acabará por superar os efeitos colaterais. Em circunstâncias normais, ele recebe energia da comida ingerida, essa energia é armazenada no fígado e nos músculos.

E quando você está em um período de jejum, seu corpo recebe energia de sua última reserva, a gordura.

A gordura armazenada em seu corpo, é queimada para convertê la em energia, quanto mais você jejua, mais gordura queimada no processo.

Quais são os outros benefícios de saúde, além da gordura que você queria eliminar do seu corpo?

– Pode prevenir o diabetes tipo 2 e promover a resistência à insulina,

– É bom para o coração

– Pode prevenir o câncer

– Melhora a função cerebral

– Promove a longevidade

Além disso, simplifica seu estilo de vida, por que você não precisa planejar, cozinhar e embalar, três a seis refeições por dia, pode economizar dinheiro e tempo ao comprar e preparar alimentos, o que isso significa menos pratos para lavar a louça também.

Embora o jejum intermitente pareça promissor, esta solução para a perda de peso não é para todos e se você realmente quer tentar, é fundamental consultar o seu médico primeiro, especialmente nestes casos abaixo:

– Diabetes

– Pressão sanguínea baixa

– Peso abaixo do normal

– Mulheres grávidas, amamentando ou tentando engravidar

– História de transtorno alimentar

Além disso, crianças e adolescentes não devem fazer jejum intermitente, porque neste estágio de desenvolvimento, eles precisam de mais energia que os adultos,

Você também deve lembrar que não pode perder peso apenas com jejum intermitente, se costuma fazer jejum seu corpo precisa de nutrição adequada, proporcionada por alimentos saudáveis, como laticínios, proteínas magras, nozes e sementes, legumes, grãos integrais e alimentos naturais e não processados.

Também é seguro exercitar-se em jejum, mas recomendamos fazer isso depois que seu corpo se ajustar e não estiver apresentando efeitos colaterais como fome ou fraqueza.

É difícil perder peso, independentemente do programa de emagrecimento escolhido, sacrifícios devem ser feitos, dizer adeus aos seus alimentos gordurosos favoritos ou deixar de comer de tempos em tempos.

Tenha em mente que você precisa consultar o seu médico antes de começar qualquer mudança alimentar drástica, o jejum intermitente pode funcionar para uns e não para outros, não porque não se pode ficar longe desse saco de batatas fritas ou por não ter autocontrole suficiente. Pode ter a ver com a constituição do corpo, se for o seu caso, não se desespere. existem outros programas para perda de peso, além do jejum intermitente,  que você pode misturar e combinar. O importante é que funcione a longo prazo.

O que você nos conta?

Já experimentou algum jejum intermitente?

Conhece uma maneira melhor de perder peso?

Adoraríamos saber o que pensa.

Se este vídeo esclareceu sobre jejum e intermitente, compartilhe o vídeo com outras pessoas, para ajudá las na jornada de emagrecimento e não se esqueça de se inscrever em nossa lista de emails e curtir a página do site Ficar Linda.

Deixe um comentário